1. Inicio
  2. Textos Educativos
  3. Praxe e tradições académicas

Praxe e tradições académicas Elísio Estanque

Praxe e tradições académicas

Medios de pago

    Praxe e tradições académicas

    Editorial: Fundação Francisco Manuel dos Santos

    Idioma: Portugués

    ISBN: 9789898838452

    Formatos: ePub (con DRM de Adobe)

    Compatibles con: Windows, Mac, iOS, Android & eReaders

    Medios de pago
      Praxe e tradições académicas Elísio Estanque

      Praxe e tradições académicas

      Medios de pago

        Praxe e tradições académicas

        Editorial: Fundação Francisco Manuel dos Santos

        Idioma: Portugués

        ISBN: 9789898838452

        Formatos: ePub (con DRM de Adobe)

        Compatibles con: Windows, Mac, iOS, Android & eReaders

        Medios de pago
          Sinopsis
          Trata-se de um estudo baseado na observação do fenómeno na Universidade de Coimbra, tendo em vista compreender as atitudes e formas de sociabilidade da juventude universitária portuguesa. Em nome da tradição, as atuais gerações de estudantes promovem dinâmicas de grupo e formas de poder simbólico dotadas de grande significado sociopolítico. Entre a função “integradora” e os contornos “violentos” da praxe, a controvérsia instalou-se na sociedade portuguesa, na sequência de casos como a tragédia da praia do Meco, associada a um ritual praxista. É esta a temática abordada no presente livro.
          Acerca de Elísio Estanque

          É natural do Alentejo (Rio de Moinhos – Aljustrel), tendo residido e estudado em Lisboa desde a sua adolescência. Participou ativamente nos diversos movimentos sociais no período revolucionário do pós­-25 de Abril de 1974. Como trabalhador­-estudante, licenciou­-se em sociologia pelo ISCTE­IUL em 1985, ano em que se fixou na cidade de Coimbra e ingressou como docente na Faculdade de Economia e investigador no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, onde se mantém. Desde então tem lecionado, investigado e publicado sobre temas como classes e desigualdades sociais, sociologia da empresa e das relações laborais, sindicalismo, juventude e movimentos sociais. Doutorou-se na Universidade de Coimbra, em 1999, com uma tese sobre a indústria do calçado, baseada na observação participante numa fábrica do setor (publicada sob o título Entre a Fábrica e a Comunidade, editora Afrontamento, 2000). Em 2013 foi professor visitante da UNICAMP, Universidade Estadual de Campinas, Brasil. Entre largas de dezenas de trabalhos académicos publicados, contam­se ainda os seguintes livros: A Classe Média. Ascensão e Declínio, da coleção de ensaios da Fundação Francisco Manuel dos Santos (2012); Discurso, Trabalho e Movimentos Sociais (2015); Classe Média e Lutas Sociais (2015); e como coautor: O Sindicalismo Português e a Nova Questão Social (2011); Trabalho, Juventude e Precariedade (2012); Trabalho sem Direitos? Pulsões rebeldes e desafios do sindicalismo no Brasil e em Portugal (2016).

          ×

          Dispositivos de lectura compatibles

          Descarga gratis la aplicación de lectura necesaria para PC o dispositivos móviles.
          Verifica si tu eReader es compatible con Bajalibros